Home TikTok planeja proibir links externos para comércio eletrônico, priorizando a TikTok Shop
Notícias

TikTok planeja proibir links externos para comércio eletrônico, priorizando a TikTok Shop

Daniele Savietto

Em um desenvolvimento recente, a plataforma de mídia social TikTok está se preparando para proibir links externos de comércio eletrônico, incluindo os da Amazon.

De acordo com um relatório, essa mudança visa a incentivar os usuários do TikTok a fazerem suas compras diretamente no aplicativo, fortalecendo, assim, seu próprio ecossistema de comércio eletrônico.

No momento, a TikTok Shop parece estar enfrentando desafios significativos. As possíveis perdas nos Estados Unidos são estimadas em mais de $500 milhões neste ano.

Essas perdas se originam dos investimentos substanciais realizados pela empresa em recrutamento, suporte a comerciantes para oferecer descontos e frete grátis, além de estabelecer uma rede de entrega robusta.

A proibição de links de e-commerce externos pode ter um impacto significativo em criadores de conteúdo. Isso porque eles não teriam a capacidade de promover produtos de plataformas externas, como a Amazon, por meio de seus perfis de mídia social.

Dessa forma, isso pode afetar a forma como eles monetizam seu conteúdo e interagem com marcas e produtos.

Essa decisão pode incentivar um maior número de usuários a interagir com as funcionalidades de compras internas da loja.

No momento, os influenciadores recebem comissões modestas quando os usuários compram produtos listados em suas lojas da Amazon. No entanto, com as restrições entrando em vigor, os criadores de conteúdo teriam seu sistema de receita prejudicado.

Até o hoje, o TikTok não emitiu um comunicado oficial sobre essas mudanças. Portanto, resta aguardar para saber quando a plataforma implementará o novo conjunto de normas.

Se isto acontecer, os usuários do TikTok só poderão adquirir produtos promovidos pelos criadores através da própria TikTok Shop da plataforma. O padrão de consumo na TikTok Shop tem apresentado um crescimento gradual.

Atualmente, as transações diárias na TikTok Shop variam entre US$3 milhões a US$4 milhões nos Estados Unidos. Esse valor representa um aumento significativo em relação aos números iniciais, que eram de meio milhão a US$1 milhão em transações diárias em junho.

Além disso, a equipe do TikTok demonstra otimismo e espera que esse número ultrapasse a marca dos US$10 milhões até o final deste ano.

De maneira interessante, o destino da TikTok Shop depende muito das demografias. Assim, com o mercado do Sudeste Asiático adotando a TikTok Shop, o volume diário bruto de mercadorias varia entre US$50 milhões a US$60 milhões.

Até o final deste ano, a plataforma de mídia social tem como objetivo aumentar esse número para aproximadamente US$90 milhões.

Bytedance tem como objetivo estabelecer uma infraestrutura de comércio eletrônico mais abrangente

A ByteDance, empresa-mãe do TikTok, visa estabelecer uma infraestrutura de comércio eletrônico mais abrangente. Inspirada no sucesso do Douyin na China, que viu seu volume de mercadorias ultrapassar a marca de US$200 bilhões no ano passado, a ByteDance tem planos semelhantes para o TikTok.

O TikTok planeja gerar receita no valor entre US$ 40 bilhões a US$ 60 bilhões apenas no mercado dos EUA.

Para alcançar esse objetivo, o TikTok tem consistentemente atraído comerciantes para seu ecossistema de negócios. Assim, a abordagem dessa plataforma envolve os produtos mais vendidos na Amazon. Além disso, eles investem em persuadir seus vendedores a se juntarem à TikTok Shop.

Para isso, eles oferecem incentivos a esses vendedores, como comissões zero nos primeiros três meses.

Além disso, as ambições do TikTok em entrar no setor de comércio eletrônico não se limitam à TikTok Shop. Eles confirmaram recentemente testes para uma seção de compras Trendy Beat dentro do aplicativo no Reino Unido.

Isso ofereceria produtos diretamente provenientes de uma subsidiária da ByteDance.

Por fim, o TikTok provavelmente introduzirá esse recurso nos EUA, uma vez que a empresa entrou com um pedido de registro de marca para Trendy Beat nos EUA em maio do ano passado.

The Tech Report - Editorial ProcessNosso processo editorial

A política editorial do Tech Report é centrada em fornecer conteúdo útil e preciso que ofereça verdadeiro valor aos nossos leitores. Trabalhamos apenas com escritores experientes que possuem conhecimento específico nos tópicos que cobrem, incluindo os últimos desenvolvimentos em tecnologia, privacidade online, criptomoedas, software e muito mais. Nossa política editorial garante que cada tópico seja pesquisado e selecionado por nossos editores internos. Mantemos padrões jornalísticos rigorosos e cada artigo é 100% escrito por autores reais.

Daniele Savietto

Daniele Savietto

Daniele Savietto é especialista em tecnopolíticas e sistemas de desinformação, com profundo entendimento da indústria de criptomoedas e mídia digital.

Graduada em Comunicação, possui mestrado em Jornalismo e pós-graduação em Comunicação e Mídia. Atualmente está cursando doutorado e sua pesquisa possui como foco as relações midiáticas.

Além de ter sido um investidor ativo, Daniele traz consigo anos de experiência. Apaixonada pelo papel transformador que a tecnologia pode ter na sociedade, suas habilidades de pesquisa e escrita destacam-no como um especialista na área, fornecendo informações detalhadas e bem fundamentadas sobre as últimas novidades no mundo da criptomoeda, cibersegurança e muito mais!