Home União Europeia emite ultimato para gigantes das redes sociais sobre a desinformação relacionada a Israel e o Hamas
Notícias

União Europeia emite ultimato para gigantes das redes sociais sobre a desinformação relacionada a Israel e o Hamas

thiagoluizzz

The Tech Report - Português Por Que Confiar em Tech Report Arrow down

O Tech Report é um dos sites de análise de hardware, notícias e tecnologia mais antigos da Internet. Escrevemos guias de tecnologia úteis, fazemos análises imparciais de produtos e trazemos até si as últimas notícias sobre tecnologia e criptografia. Mantemos a independência editorial e não abdicamos da qualidade do conteúdo e da precisão factual.

EU Issues Ultimatum to Meta Over Israel-Hamas Disinformation

A União Europeia (UE) está tomando uma posição contra a disseminação desenfreada de desinformação nas plataformas de mídia social, em meio aos recentes ataques do Hamas a Israel.

Enquanto o X (antigo Twitter) já está sendo investigado, a ONU emitiu um sério aviso à Meta, a empresa-mãe do Facebook e do Instagram.

O chefe da UE também exigiu informações sobre as medidas “proporcionais e eficazes” tomadas para conter a disseminação de desinformação em suas plataformas.

A princípio, essas ações ocorrem em um momento em que a UE expressou sua resolução em combater a proliferação de informações falsas. O conteúdo envolve vídeos enganosos ou imagens manipuladas relacionadas ao conflito em curso entre Israel e o Hamas.

Em seguida, Thierry Breton, o chefe da indústria da UE, emitiu uma mensagem clara à Meta, enfatizando a urgência de abordar o problema da desinformação.

Por fim, ele deixou claro que a gigante das redes sociais deve tomar “medidas oportunas, diligentes e objetivas”. E também que tinha apenas 24 horas para demonstrar seu compromisso em enfrentar esse problema em conformidade com a lei europeia.

Meta reconhece a gravidade do problema

Com uma resposta imediata às alegações feitas pela União Europeia, a Meta reconheceu a gravidade do problema.

Estabelecemos rapidamente um centro de operações especiais com especialistas, incluindo pessoas fluentes de hebraico e árabe, para monitorar de perto e responder a essa situação de forma rápida.
– disse um porta-voz da Meta

Simultaneamente, a empresa também afirmou que suas equipes estão trabalhando incansavelmente para fazer cumprir as políticas da plataforma e as leis locais. Além disso, a empresa está colaborando com verificadores de fatos independentes para combater a desinformação.

Curiosamente, a Meta não é a única plataforma de mídia social a atrair a ira da UE. Em uma carta endereçada a Elon Musk, o Sr. Breton expressou preocupação de que o X não esteja abordando de forma adequada o “conteúdo violento e terrorista” que circula na plataforma.

Musk defendeu as ações de sua empresa, alegando que eles haviam removido contas recém-criadas afiliadas ao Hamas e solicitado à UE uma lista das supostas violações.

O Sr. Breton também destacou relatos de “imagens e informações falsas e manipuladas” circulando no X. Ele insistiu que a gigante das redes sociais aborde esse problema com prioridade.

A Lei de Serviços Digitais (DSA) da UE visa proteger os usuários contra a desinformação

A Lei de Serviços Digitais, formulada pela UE, tem como objetivo proteger os usuários de redes sociais contra a desinformação e notícias falsas que circulam nas plataformas. A DSA se aplica a grandes plataformas online com mais de 45 milhões de usuários da UE.

Essas plataformas incluem a Meta e o X e estão sujeitas às regras mais rigorosas projetadas para abordar riscos potenciais.

A UE pode impor uma penalidade de até 6% do faturamento global dessas empresas e até suspender seus serviços em caso de não conformidade com a DSA.

Em uma notável decisão, Musk aboliu o Conselho de Confiança e Segurança do Twitter logo após adquirir a empresa em 2022. O conselho era formado por cerca de 100 grupos independentes. Eles orientavam a plataforma sobre questões como automutilação, abuso infantil e discurso de ódio desde sua criação em 2016.

A decisão de Musk de dissolver o conselho gerou discussões sobre as responsabilidades das principais empresas de mídia social em relação à moderação de conteúdo.

A UE está demonstrando suas responsabilidades ao abordar eventos que envolvem a disseminação de desinformação e violações de suas regulamentações. Neste caso, o debate sobre a moderação de conteúdo das redes sociais provavelmente irá moldar a maneira como os usuários consomem informações das plataformas de mídia social.

The Tech Report - Editorial ProcessNosso processo editorial

A política editorial do Tech Report é centrada em fornecer conteúdo útil e preciso que ofereça verdadeiro valor aos nossos leitores. Trabalhamos apenas com escritores experientes que possuem conhecimento específico nos tópicos que cobrem, incluindo os últimos desenvolvimentos em tecnologia, privacidade online, criptomoedas, software e muito mais. Nossa política editorial garante que cada tópico seja pesquisado e selecionado por nossos editores internos. Mantemos padrões jornalísticos rigorosos e cada artigo é 100% escrito por autores reais.

Thiagoluizzz

Thiagoluizzz

Thiago Luiz Lapa é jornalista com mais de dez anos de atuação na área da comunicação. Sua especialização concentra-se na produção de conteúdo relacionado à tecnologia e ao mercado financeiro. Paralelamente à carreira jornalística, Thiago é um investidor ativo e grande entusiasta das inúmeras possibilidades e oportunidades oferecidas pelo futuro digital.

A combinação de suas habilidades lhe proporcionam a capacidade de criar conteúdo único, fundamentado em sólidos conhecimentos e vasta experiência, especialmente quando se trata de temas como criptomoedas e tecnologias de ponta. Sua missão é compartilhar informações valiosas e oferecer insights relevantes aos leitores, abordando assuntos que desempenham um papel significativo na constante transformação de nosso mundo.