Home Vitalik Buterin alerta para a vulnerabilidade de segurança dos Layer 2 e Roll-Ups em Ethereum
Notícias

Vitalik Buterin alerta para a vulnerabilidade de segurança dos Layer 2 e Roll-Ups em Ethereum

Daniele Savietto

O cofundador da Ethereum (ETH), Vitalik Buterin, anunciou que os desenvolvedores usam uma backdoor (porta dos fundos) para acessar o protocolo e editar a plataforma. Em uma entrevista de 13 de agosto, ele acrescentou que as equipes de desenvolvimento pretendem remover essa porta dos fundos, também chamadas de Training Wheels, até 2024.

No entanto, essa atualização gerou preocupações de muitos especialistas em criptomoedas, pois alguns estão desconfiados da ação. Em resposta, um trader e analista de criptomoedas com o pseudônimo, Chris O, expressou sua desaprovação pela atualização, observando que essa ação não mostra nenhum indício de serviços permissionless (sem permissão).

Roll-Ups e plataformas de Layer 2 têm alguns backdoor

A Ethereum Blockchain é uma blockchain de criptomoedas descentralizada que facilita contratos inteligentes e fornece soluções financeiras para indivíduos em todo o mundo. Além disso, Ethereum (ETH) é a segunda maior blockchain por capitalização de mercado, logo após o Bitcoin.

Dessa forma, Ethereum (ETH) se orgulha de seu sistema permissionless, descentralizado e distribuído para facilitar soluções financeiras. No entanto, uma atualização recente no espaço Crypto Twitter revelou algo que contradiz a natureza descentralizada da Ethereum.

Em um vídeo, o dono da Ethereum discute planos para remover estas “portas dos fundos” – soluções de backdoor para acesso ao protocolo relacionado a bugs. É importante notar que a declaração do chefe da Ethereum foi trazida à atenção do público por uma personalidade NFT pseudônima, analista de criptomoedas e investidor wEeZiE {X} 💭 FireGaryGensler, que também é um forte crítico do presidente da SEC Gary Gensler.

Reações de especialistas ao pronunciamento de Vitalik Buterin sobre a Ethereum

O pronunciamento de Buterin causou grande agitação na comunidade Crypto X, com muitos indivíduos o chamando de impostor. No entanto, um usuário do X, Vincent Van Code, afirmou que todo código tem um backdoor, notando que o CEO foi apenas tolo o suficiente para anunciá-lo.

Van Code acrescentou que apenas os códigos de código aberto, compilados por si só, não têm uma backdoor. Entretanto, de acordo com Vincent Van Code, os operadores da rede desencorajam fortemente os programadores de compilar seu próprio código.

Além disso, Chris O, um renomado analista e investidor de criptomoedas com mais de 10.000 seguidores, também comentou sobre o assunto. De acordo com Chris, Vitalik “disse a parte quieta em voz alta”. Ele observou que era ultrajante que todos os Rollups e L2 tenham acesso backdoor para desenvolvedores de protocolos.

Portanto, a resistência à censura, a permissão e a imutabilidade reivindicadas pelo gigante das criptomoedas eram todas mentiras. O usuário contrastou ETH com Cardano, um de seus principais concorrentes, afirmando que Cardano e, em menor grau, Bitcoin (BTC), são as únicas criptomoedas em todo o espaço Web3. Curiosamente, essa informação levou alguns usuários a fazer propaganda e atrair outras pessoas para investir em Bitcoin.

The Tech Report - Editorial ProcessNosso processo editorial

A política editorial do Tech Report é centrada em fornecer conteúdo útil e preciso que ofereça verdadeiro valor aos nossos leitores. Trabalhamos apenas com escritores experientes que possuem conhecimento específico nos tópicos que cobrem, incluindo os últimos desenvolvimentos em tecnologia, privacidade online, criptomoedas, software e muito mais. Nossa política editorial garante que cada tópico seja pesquisado e selecionado por nossos editores internos. Mantemos padrões jornalísticos rigorosos e cada artigo é 100% escrito por autores reais.

Daniele Savietto

Daniele Savietto

Daniele Savietto é especialista em tecnopolíticas e sistemas de desinformação, com profundo entendimento da indústria de criptomoedas e mídia digital.

Graduada em Comunicação, possui mestrado em Jornalismo e pós-graduação em Comunicação e Mídia. Atualmente está cursando doutorado e sua pesquisa possui como foco as relações midiáticas.

Além de ter sido um investidor ativo, Daniele traz consigo anos de experiência. Apaixonada pelo papel transformador que a tecnologia pode ter na sociedade, suas habilidades de pesquisa e escrita destacam-no como um especialista na área, fornecendo informações detalhadas e bem fundamentadas sobre as últimas novidades no mundo da criptomoeda, cibersegurança e muito mais!